">

“A Providência é tão importante para o Rio quanto o Corcovado, a Lagoa ou o Pão de Açúcar.” LUIZ ANTÔNIO SIMAS, HISTORIADOR

Maurício Hora, fotógrafo com exposições internacionais, morador do morro da Providência, que faz de sua Arte um instrumento de imagem e voz da primeira Favela criada no Rio de janeiro, participou de Palestra na UFF – Universidade Federal Fluminense.

O Evento foi  "Novos Olhares", organizado pela turma de Organizações de Eventos II, voltado para alunos do curso de Turismo, que aconteceu em dezembro de 2013.

O Turismo e a fotografia foram os temas da palestra, que contou com a presença da professora Nina Tedesco, do Departamento de Cinema e Audiovisual do Instituto de Arte e Comunicação Social e Maurício Hora que produz uma estética fotográfica,  que transita entre denuncia e beleza.

Em sua exposição, Maurício também considerou a questão da moda atual de Turismo em favela e questões críticas envolvidas com essa prática.